0 Flares Filament.io 0 Flares ×
Nos últimos tempos eu estava pensando em uma coisa que me incomoda bastante: gente que vive para falar mal dos outros. Antes de mais nada, já vou comentar que não sou nenhuma santa, que já falei e falo mal dos outros sim, mas a minha questão aqui são as pessoas que fazem disso o principal tema de todas as suas conversas.
Eu convivo e já convivi com algumas pessoas assim e, ao mesmo tempo que é incômodo estar ao lado delas, é triste vê-las tão preocupadas com o que os outros fazem ou deixam de fazer. Além disso, é algo que também me deixa em estado de alerta. 
Penso: se essa pessoa fala tanto dos outros assim, inclusive dos próprios amigos, o que será que ela não fala de mim por aí? Porque vocês sabem que é isso é bem plausível de acontecer, né? Principalmente quando ouço o que é falado e vejo, depois, pessoalmente, a pessoa sendo próxima do seu alvo de críticas, beirando a falsidade mesmo! É muito contraditório para mim. Juro que não entendo! 
Não é tão mais bacana estar perto de alguém que compartilha coisas legais com você? Que conta acontecimentos felizes, engaçados, conversa normalmente, mas sem ficar alfinetando os outros em todas as oportunidades que têm? Gente que reclama o tempo todo, critica todo mundo, muitas vezes sem fundamento algum, e vive para destilar veneno por aí cansa, pesa o ambiente. 
Quando estou perto de pessoas assim, fico incomodada já pensando que, depois, elas vão falar para os outros sobre o meu cabelo, a roupa que eu estava usando, o estado das minhas unhas, o que disse ou não disse e qualquer outra coisinha que não vai mudar em nada a vida delas. A gente tem implicância com algumas pessoas sim, é claro que tem. Mas acho que existe um abismo entre você comentar uma coisa ou outra e viver em função destes comentários, sabe? 
A gente vive em um momento de muita exposição, eu sei. E, com isso, o alvo em nossas costas fica muito maior. Mas, vamos pensar: o seu constante alvo de críticas maldosas fez algo para você? As atitudes dele interferem na sua vida? Pessoalmente você o trata de forma próxima (e não digo aqui ser educado, mas sim conversar, demonstrar carinho, proximidade…)? Ao final dos comentários feitos você se sente bem?
Se a resposta para as duas primeiras perguntas forem não, acho que já é suficiente para você largar mão deste comportamento incômodo. Se a resposta para a terceira pergunta for sim, acho que você deve rever algumas coisinhas no seu caráter. E dificilmente a resposta para a última pergunta será um sincero sim porque, né, quem se sente bem fazendo do outro o principal assunto da sua vida?
Destilar um pouquinho de veneno por aí é normal, todo mundo faz isso. Mas a partir do momento que você faz dessa prática um hábito, você incomoda os outros e não vive sua vida. Quando se está feliz, é isso que tem maior espaço nas suas relações com os outros e consigo mesmo, é isso você vai emanar. 
Caso não seja, é melhor reconhecer e trabalhar isso aí, viu? Não adianta se achar acima de todo mundo e se sentir um lixo quando não tem ninguém por perto. Enquanto os outros estão vivendo de uma forma que você tanto critica o tempo todo, você está aí, existindo em função de falar mal deles e a vida passando, passando…  Afinal, não é atoa que dizem por aí que gente feliz não enche o saco, certo? 
0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×