Produtos favoritos de Outubro/11

Depois de um tempo sem gravar vídeos de favoritos, venho mostrar para vocês os produtos que mais usei em Outubro. Não tenho muita coisa de maquiagem para listar, já que, neste mês, eu foquei em cosméticos para cabelo e pele. Alguns deles já são velhos conhecidos de vocês, com resenhas aqui no blog e citações em outros vídeos.

Produtos:
– Blush matte, Mac – Cor Fever
– Blush mosaico, NYX – Cor Champagne
– Lápis para os lábios, NYX – Cor Peekaboo Natural
– Máscara da linha Relaxima Care, Matrix
– Defrizante, Soft Hair
– Spray fixador, Karina
– Esfoliante facial da linha Clearskin Professional, Avon
– Hidratante em gel Dramatically Different Moisturizing, Clinique
– Tônico Clarifying Lotion Clarifiante, Clinique

Agenda: Desapega que alguém carrega

Nenhuma mulher pode negar que ama bons eventos de compras. E quando as peças vendidas são de marcas bem legais e com preços mais legais ainda, aí que ficamos malucas, certo? A Lu, do Chata de Galocha, a Bel, do De Viés, e mais algumas meninas com super bom gosto irão praticar o desapego do guarda roupa no final de semana. Algumas peças que serão vendidas são usadas, mas em perfeito estado, e outras são novinhas, com etiqueta e tudo. E caso vocês sigam os blogs das meninas, sabem que não há dúvida que as peças são de super bom gosto.

O evento será realizado aqui em Belo Horizonte, na loja NEO, e irá contar com marcas como H&M, Maria Bonita, Farm, American Apparel, Zara, entre outras queridinhas. Além disso, a Bel contou lá no De Viés, que terá um espaço com peças a 15 reais. Incrível, né? Então isso, se você está precisando renovar o guarda-roupa, compareça a Neo, nos dias 05 e 06 de novembro, a partir das 10h e carregue o desapego das meninas. Boas compras!

Salvação em um pote da Matrix

Há um tempo eu contei para vocês que havia comprado um creme, da Matrix, que é considerado como um dos melhores da marca. Segui algumas dicas de meninas que enfrentam os mesmos problemas que eu e também precisam de algo forte para recuperar o cabelo. É claro que a marca não foi a primeira a ser indicada, mas, dentre todas as dicas, a máscara da linha Relaxima Care foi que a mais se encaixou ao meu bolso. E olha, é claro que podem existir produtos melhores, mas não tenho nada a reclamar da minha escolha.

A máscara dessa linha serve para restaurar e hidratar o cabelo profundamente, da raiz até as pontas. Como já falei, o meu cabelo sofreu um queda brusca devido a uma anestesia extremamente forte que tomei, por isso, ele está demorando bastante para se recuperar. Assim como disse no vídeo de favoritos de Outubro, os cremes baratinhos que uso não estavam fazendo um efeito duradouro nos meus fios, por isso, desembolsei 80 reais e apostei nesse pote da Matrix.

Em sua composição contém Manteiga de Karité, Extrato de Aloe Vera e derivados da Seda, que irão fazer com que o cabelo fique mais sedoso, flexivel, com muito brilho e mais forte. Tudo que eu preciso, né? As vezes, essas questões podem parecer repetitivas nas resenhas feitas aqui, mas, de verdade, a mudança que que alguns produtos que venho usando recentemente proporcionou ao meu cabelo é notável. O que eu mais gostei nessa máscara é que ela deixa o cabelo super desembaraçado e soltinho, pronto e forte para receber as agressões sofridas no dia a dia. Vou testar mais produtos, de outras marcas e que causam outros efeitos, mas, para começar o projeto de recuperação, a máscara Relaxima Care, da Matrix, serviu muito bem. O dinheiro mais bem gasto do semestre! Se você se interessou, o produto pode ser comprado no site http://www.docebeleza.com.br/

Livro de Cabeceira: Formaturas Infernais, de Meg Cabot, Stephanie Meyer, e outras autoras

Logo quando esse livro foi lançado, em 2009, que eu fiquei maluca para comprá-lo. Não sou fã de histórias de terror, mas duas das minhas autoras favoritas, Stephenie Meyer (de Crepúsculo) e Meg Cabot (de Diários da Princesa), escreveram histórias para o livro, então, isso foi suficiente para mim. Formaturas Infernais reúne cinco histórias de terror em formaturas contadas por cinco autoras diferentes.
Comecei a ler o livro super animada, mas, logo foi murchando totalmente. Os contos são arrastados e não conseguiram me prender nem um pouco. Uma pena, porque esse livro tinha tudo para ser incrível!

• Autor: Stephenie Meyer, Meg Cabot, Michele Jaffe, Kim Harrison, Lauren Myracle
• Páginas: 318
• Editora: Galera Record
• Sinopse: “Nessa emocionante coleção de contos de terror, as autoras bestseller Meg Cabot (O Diário da Princesa), Stephenie Meyer (Twilight), Kim Harrison, Michele Faffe e Lauren Myracle se reuniram para mostrar que a formatura pode ser um evento muito mais aterrorizante do que se pensa. Problemas no guarda-roupa e um par que dança mal não são nada comparados a descobrir que vocês está dançando com a Morte – e que ela não está aqui para elogiar seu vestido. De problemas com vampiros até uma batalha entre anjos e demônios, estas cinco histórias vão divertir mais do que qualquer DJ em um terno brega. Nada de limusine ou vestido de gala: só uma grande dose de assustadora diversão.”

Clique em continue lendo (logo aqui abaixo de marcadores) ou no título do post para ler a resenha.
Apesar de o livro ser escrito por diversas autoras, a leitura dele é bem simples e não é confusa. O que é um ponto super positivo. O legal dele é que parece que você está lendo livros distintos, já que as histórias são bem diferentes umas das outras.

O primeiro conto, A Filha da Exterminadora, de Meg Cabot, é legal, mas não consegue fugir do clichê. Portanto, a autora escreveu algo morno e com um final mais morno ainda. Não me agradou. As páginas têm como casal principal Adam e Mary, que contam a história de uma forma sombria e bem corrida. Ele é filho do Drácula, e ela é uma caçadora de vampiros, eles se conhecem, e pronto, adivinhem o final .


Em O Buquê, de Lauren Myracle, temos o que mais se aproxima de uma história de terror, sem muitos clichês e um aviso: Cuidado com o que você deseja. Para mim, apesar de ser uma trama curta, essa foi a melhor passagem do livro, a única que conseguiu me prender e me deu um final satisfatório.
Madison Avery e a Morte, de Kim Harrison, é bem legal e daria um filme muito bom. Gostei da mistura de ação, romance e terror. Não foi o meu conto favorito, mas, comparando aos outros do livro, deu para levá-lo sem pensar e desistir. A passagem de Madison para o mundo dos mortos e a descoberta do que pode ser encontrado por lá é muito interessante. Acho que é o único conto que deveria ter mais páginas. 
O conto Salada Mista, de Michele Jaffe, é o pior do livro, mesmo. Fiquei horas para decidir se iria continuar lendo ou não. Ele foge dos seres sobrenaturais e aborda ‘super poderes’, mas, faz essa abordagem de forma errada, confusa, totalmente sem pé nem cabeça. O final não responde as perguntas da trama e por várias vezes questionei se autora sabia o que estava escrevendo.
Eu estava esperançosa para Inferno na Terra, de Stephenie Meyer, já que a autora é quem escreveu uma das séries que eu mais amo na vida. Mas, neste livro, ela me decepcionou. A história é clichê, fraca e com personagens chatos. A trama mistura anjos e demônios de forma confusa, narrada com vários pontos de vistas que deixam o conto totalmente cansativo.

Em sua totalidade, o livro me decepcionou. Eu esperava muito, mas muuuito mais das histórias, principalmente as de Cabot e Meyer. Acontece, fazer o quê? Foi lançado recentemente Amore Infernais, que segue a mesma linha de Formaturas Infernais. Ele também conta com atores consagrados e espero que não seja frustrante.